Oposição impede diretoria do sindicato de acabar com a greve

Brasília: A diretoria do Sintect-DF, comandada pela Articulação Sindical/PT, é uma das que nacionalmente organiza a traição e os golpes contra os trabalhadores

amanda na mesa do wagner pinheiro

Na semana passada, a direção do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Distrito Federal (Sintect-DF) foi um dos que comandou o golpe no comando de negociação da greve da categoria. A Articulação Sindical/PT e o PSTU/Conlutas aprovaram o rebaixamento da pauta aproveitando que a maioria do comando estava mobilizando os trabalhadores na base dos estados, e portanto, não estava em Brasília.

Esse sindicalistas se reuniram em Brasília e redigiram um documento em nome do comando de negociação, rebaixando a pauta da categoria, aprovada nas assembleias e pedindo a mesma proposta oferecida pela empresa, os míseros 8% de reajuste salarial. Proposta esta que foi rejeitada no dia 17 e foi o principal motivo da greve decretada nacionalmente.

Os mais de 120 mil trabalhadores  rejeitaram amplamente essa proposta, mas isso não impediu que os pelegos organizassem esse golpe. A empresa, obviamente, não levou em consideração a subserviência desses sindicalistas pelegos e mesmo com o rebaixamento, não chamou o comando para negociar.

Além de traidores, são fura-greves

Como se não bastasse estarem tramando contra os trabalhadores a todo o momento, esses pelegos estão furando a greve. Foi revelado que o diretor da Fentect pelo Rio de Janeiro, Emerson “Pato Roco”, principal aliado da presidenta do Sintect-DF Amanda “Marmitex”, está furando greve, já que continua com liberação sindical durante a greve.

É inadmissível que um dirigente sindical esteja com privilégios diante dos trabalhadores. A liberação sindical é um direito dos trabalhadores, não um privilégio de sindicalistas parasitas que usam o movimento para benefício próprio enquanto os trabalhadores estão lutando e correndo todos os riscos da greve.

Se está pelegando, não tem o direito de fazer parte do comando de negociação que está deliberando sobre a greve. Essa foi a decisão do comando de negociação reunido nessa segunda-feira, dia 30.

Também foi revelado que diretores do Sintect-ES, também da Articulação Sindical/PT, estão fazendo greve de férias e alguns continuam liberados com a deflagração da greve. Tudo isso é um escândalo!

Esses fatos só servem para demonstrar que esses sindicalistas não servem para organizar luta nenhuma contra a empresa, pelo contrário, estão do lado da empresa contra os trabalhadores.

Amanda “Marmitex” já está preparando o golpe contra os trabalhadores para tentar acabar com a greve. Esse golpe foi impedido na assembleia do dia 1 de outubro, terça-feira, mas pode voltar a ser articulado.

É um truque velho de pelego: dizer que a greve só vai piorar as coisas, que a empresa não vai dar mais do que já ofereceu, que não adianta radicalizar a greve, nem aumentar a mobilização. Tudo conversa fiada de pelego, comprado pela empresa para enganar os trabalhadores.

O Movimento de Oposição ao Peleguismo, que é maioria do comando de negociação e na Fentect, está organizando um Ato Público e um Acampamento em frente ao Edifício Sede da empresa no dia 8 desse mês, dia do julgamento do dissídio coletivo no TST. Caravanas de Minas Gerais, Piauí, Paraná, Santa Catarina, Campinas e Bahia já estão confirmadas.

Os trabalhadores da base do DF devem comparecer em massa a esse grande Ato Nacional e denunciar a diretoria pelega do Sintect-DF.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s