Repudiamos a tentativa da direção da ECT de controlar o movimento sindical

CT/SINTECT-MG 324/2013

Belo Horizonte, 30 de outubro de 2013.

À

ECT

Presidente

Sr. Wagner Pinheiro de Oliveira

A/C VIGEP

Vice-Presidente de Gestão de Pessoas

Sr. Nelson Luiz Oliveira de Freitas

Brasília/DF

 

C/Cópia

ECT/DR/MG

Diretor Regional

Sr. José Pedro de Amengol Filho

A/C Assessoria de Gestão das Relações Sindicais e do Trabalho

Sr. Francisco Tomé dos Santos

Nesta

Assunto: Reunião (CT/VIGEP 2326/2013).

Repudiamos a tentativa da direção da ECT de controlar o movimento sindical.

Comunicamos que o SINTECT-MG não comparecerá a reunião convocada por esta diretoria, uma vez que é visível o desrespeito à organização nacional da categoria, a nossa Federação, a FENTECT.

O próprio TST- Tribunal Superior do Trabalho – reafirmou este ano que somente a FENTECT – Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares tem legitimidade para negociar nacionalmente em nome dos trabalhadores dos Correios.

É com estranheza que recebemos a CT/VIGEP 2326/2013 (em anexo) datada no dia 24 de outubro, onde esta Vice-Presidência convida os presidentes dos 35 sindicatos dos Correios a participar de uma reunião em Brasília/DF, que acontecerá no dia 12 de novembro de 2013, para dar continuidade às discussões dos assuntos constantes da pauta de negociação,quando público e notório que tal negociação só pode ter continuidade através de nossa Federação Nacional a qual iniciou tais tratativas.

O convite ignora totalmente o fato de que a FENTECT é a representante dos trabalhadores em âmbito nacional, retomando a política fraudulenta da ECT, em que em plena greve da categoria, usou as Diretorias Regionais dos Correios para tentarem firmar Acordo Coletivo com os Presidentes dos Sindicatos, o que foi de pronto repudiado por todos os sindicalistas honestos e combativos da categoria que defendem o interesse dos trabalhadores. A tentativa de firmar acordos por fora da nossa Federação nacional, uma prática divisionista e fraudulenta das negociações, foi condenada em audiência pelos próprios Ministros do TST.

É impossível não ver a intenção clara da direção da empresa de tentar organizar o movimento sindical dos correios de acordo com os seus interesses patronais. Esta tentativa já começou na própria campanha salarial com a utilização da inexistente FINDECT como instrumento de divisão da categoria.

Do nosso ponto de vista só haverá negociações sérias, em prol dos trabalhadores, se a FENTECT estiver à frente dos sindicatos na mesa de negociação, e não através da manipulação da ECT, criando um foro ao seu bel prazer, tentando usurpar dos trabalhadores seu direito à organização autônoma, para tentar descaracterizar a unidade nacional do nosso movimento através da FENTECT. Se a ECT quer continuar suas tratativas com o SINTECT-SP, SINTECT-RJ, SINDECTEB/Bauru, as quais prejudicaram muito a nossa campanha salarial, que assumam seus atos, sem tentar conseguir uma cobertura pretensamente idônea através da presença dos sindicatos filiados e apoiadores da FENTECT.

Protestamos contra nova tentativa de impedir a discussão das nossas reivindicações, pela FENTECT, trazendo novamente elementos hostis à nossa Federação Nacional como responsáveis pela discussão da nossa pauta de reivindicações, particularmente os Sindicatos de São Paulo, Rio de Janeiro e Bauru, os quais trouxeram inúmeros prejuízos à categoria na última campanha salarial, ao dividir o movimento nacional se acertando com a direção da ECT às costas do movimento nacional.

Protestamos contra a política da direção da ECT de tentar atrair os sindicatos representados pela FENTECT, com o pagamento de passagem e hospedagem de dirigentes sindicais para participar desta reunião, quando na campanha salarial de 2013/2014, se recusou a receber e liberar os legítimos representantes dos trabalhadores dos Correios, que compunham o Comando Amplo de Negociação da Campanha Salarial da FENTECT, exatamente com argumentos de que se seria inviável a discussão e o gasto com tantos trabalhadores, bem como se recusava a receber todos os representantes do Comando de Negociação para agora, em função dos seus interesses patronais e anti-trabalhador propor uma reunião com 35 representantes.

Para que a ECT mostre suas verdadeiras intenções de negociar a pauta dos trabalhadores com a FENTECT e seus sindicatos filiados, em primeiro lugar deve respeitar no mínimo o Acórdão do TST, situação que está longe de acontecer,pois insiste em aplicar o golpe do Postal Saúde, está implementando perseguições e retaliações aos grevistas da campanha salarial passada, como os de Minas Gerais, Paraná, Ceará, Piauí, Campinas e outros Estados.

Sem mais, aguardando a convocação da FENTECT para debater os problemas ocasionados pela ECT no pós greve, somos

Atenciosamente,

 

Robson Gomes Silva
Presidente do SINTECT-MG
———————————————————————————————
Leia os documentos clicando nas imagens abaixo
ECT chama reuniao sintect-mg reuniao ECT-1e2
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s