ECT organiza reunião para dar o golpe do Postal Saúde

Para o dia 12 de novembro

Depois de evitar qualquer negociação da pauta de reivindicações da categoria com o Comando Amplo da Fentect na campanha salarial, a direção da ECT prepara reunião, sem a Federação, com todos os Presidentes de Sindicatos para legalizar o golpe do Postal Saúde
direcao ECT

No dia 24 de outubro todos os Presidentes de Sindicatos dos Correios receberam uma carta da Direção da ECT (Empresa de Correios e Telégrafos), através do novo Vice-Presidente de Gestão de Pessoas, Nelson Luiz Oliveira de Freitas do PT, convidando-os para uma reunião no dia 12 de novembro às 9h em Brasília, com as passagens e hospedagem custeadas pela ECT, com o objetivo de “dar continuidade aos assuntos constantes da pauta de negociação”.

A Reunião marcada pela ECT, após menos de 20 dias do término da campanha salarial dos trabalhadores dos Correios, para negociar nacionalmente as pauta dos trabalhadores, sem comunicar a Fentect – Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios – que conforme decisão judicial é a única entidade representativa da categoria para negociar estas questões, é uma afronta a livre organização dos trabalhadores, para tentar aplicar mais um golpe nos trabalhadores.

Ainda mais quando convidou para reunião sindicatos que não são filiados a Fentect, como São Paulo, Rio de Janeiro e Bauru, que foram responsáveis pelos limites impostos ao conjunto dos trabalhadores na recente Campanha Salarial 2013/2104.

A ECT dá uma demonstração clara que está disposta a bancar a divisão na categoria, financiar os sindicalistas pelegos, como Divisa do Sintect-SP (Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de São Paulo)  e Ronaldão Bianual do RJ para que eles novamente ajudem a assinar algum acordo contra a categoria.

Diante da afronta da ECT, querendo escolher quem tem poder de negociar em nome dos trabalhadores, passando por cima da livre organização dos trabalhadores e da própria justiça, alguns sindicatos filiados a Fentect já enviaram cartas para direção da ECT, comunicando que não vão participar desta fraude. Outros sindicatos anunciam que irão participar da reunião, apenas para protestar comtra o golpe que a ECT quer dar na categoria, criando um foro paralelo, para aprovar ataques aos trabalhadores.

Nelson de Freitas, autor do Postal Saúde, agora controla os Recursos Humanos da ECT

O convite para os presidentes de sindicatos foi encaminhando pelo novo Vice- Presidente de Gestão de Pessoas da ECT (VIGEP) – Nelson Luiz Oliveira de Freitas, membro do PT, que foi um dos idealizadores da fraude do Postal Saúde, quando ainda era Vice-Presidente Administrativo (VIPAD) da ECT. Com isso fica claro que a reunião é organizada por um dos maiores inimigos dos trabalhadores dos Correios neste momento.

A assembleia fantasma que fundou o Postal Saúde, na véspera do feriado de 1° de maio, às 18 horas no edifício sede dos Correios em Brasília foi organizada pela VIPAD – que naquele momento era Comandada pelo petista, Nelson Luiz Oliveira de Freitas, do grupo politico do Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

Nelson de Freitas tem a missão nos Correios de privatizar o Plano de Saúde da categoria, por isso não medirá esforços para dividir e atacar as organizações dos trabalhadores, a fim de realizar esta tarefa.

A reunião do Sr. Nelson “Postal Saúde” de Freitas fica ainda mais suspeita, quando o julgamento do golpe do Postal Saúde, ação promovida pela Fentect para anular esta fraude, foi adiada novamente pela justiça, a pedido da ECT, passando do dia 30 de outubro para o dia 14 de novembro, ou seja, para ser realizada dois dias depois desta pretensa reunião com os presidentes de sindicato.

Diante disso, os trabalhadores dos Correios devem repudiar mais este golpe contra a organização da categoria e a tentativa da ECT de dividir e fraudar a vontade dos trabalhadores, que é a de anular completamente o Postal Saúde, usando sindicalistas pelegos, como os do PCdoB de SP e RJ.

– Chamar mesa redonda na Delegacia do Trabalho para que a ECT negocie institucionalmente com os trabalhadores, através da Fentect, suas pautas, depois da campanha salarial.

Não vamos aceitar negociações fraudulentas, onde a ECT é quem escolhe os representantes dos trabalhadores.

– Vamos organizar imediatamente uma campanha em defesa dos Correios Saúde e contra a privatização do Plano de Saúde, que a ECT quer impor através do Postal Saúde;

– Ato em Brasília no dia 14 de novembro, dia do julgamento do Postal Saúde.

– Denunciar a direção da ECT por descumprimento de acordo coletivo de trabalho, por tentar burlar as negociações com os trabalhadores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s