ECT e sindicalistas do PT e PSTU querem legalizar os traidores da Findect

Por fora do movimento nacional e da Fentect, os pelegos e a empresa querem ressuscitar a velha aliança contra os trabalhadores

placa correios

A direção da ECT está tentando organizar um golpe contra o Plano de Saúde da categoria através de um reunião paralela com os sindicatos.

O teor do golpe é o mesmo que vem tentando colocar em prática nas duas últimas campanhas salariais: dividir o movimento nacional da categoria. Para isso, contam com a ajuda dos sindicatos do PCdoB/CTB, amplamente repudiados pelos trabalhadores, para aprovar todo o tipo de ataque.

Mas a empresa tem um problema: não só os sindicatos divisionistas não tem nenhum apoio da categoria, como o próprio TST foi obrigado a reconhecer que a Fentect é a única que pode negociar e a única representação nacional da categoria. A empresa jogou todas as suas fichas nos divisionistas e por enquanto, tudo o que se vê é que cada vez mais o PCdoB/CTB está se afundando em uma crise irreversível.

Agora, a direçao da ECT está usando os pelegos que ainda estão dentro da Fentect para tentar recolocar os traidores do PCdoB/CTB nas negociações.

Todos os que assinaram a ata da reunião entre os presidentes dos sindicatos e a empresa no último dia 12 estão ajudando a empresa a ressuscitar os traidores. Os pelegos do PT e do PSTU/Conlutas querem reviver a velha aliança com o PCdoB para aprovar todo o tipo de ataque patronal contra os trabalhadores.

A oposição nacional agora é maioria na Fentect, apoiada pelos trabalhadores. Por isso, a empresa tem verdadeiro horror de negociar com o comando amplo da Fentect, pois sabe que será muito difícil conseguir levar adiante sua política. Os velhos pelegos e traidores (PT-PCdoB-PSTU), que antes dominavam a federação contra a luta da categoria, também tem verdadeiro horror dos trabalhadores e da oposição, pois sabe que não existe mais lugar para traições na Fentect.

As reuniões com a ECT e os sindicatos é a tentativa desesperada da empresa e dos pelegos de reviverem os anos em que faziam e desfaziam contra a vontade e os interesses da categoria.

Por isso, todos os trabalhadores e os sindicalistas realmente combativos devem repudir a tentativa da empresa de quebrar a unidade nacional da categoria para atacar o convênio médico dos trabalhadores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s